Revista Urbana 3°

ARQUITETURA – BIOCONSTRUÇÃO

Transformar o mundo com um olhar mais humano e criativo

Muitos de nós conhecemos o termo sustentabilidade, mas o que é bioconstrução? Quais os benefícios que nos traz?

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, bioconstrução é “Construção de ambientes sustentáveis por meio do uso de materiais de baixo impacto ambiental, adequação da arquitetura ao clima local e tratamento de resíduos.” Desta forma, bioconstrução seria o processo construtivo necessário para conseguirmos ter sustentabilidade.

Precisamos nos preocupar com o ecossitema ao nosso redor, temos essa obrigação como cidadãos para que possamos garantir um ambiente mais saudável às gerações futuras. É possível fazer diferente e transformar o mundo a partir de ações pontuais, como a utilização de técnicas bioconstrutivas.

Escolhemos alguns exemplos de projetos nossos para incentivar e inspirar você.

Na sede do nosso escritório, queríamos muito ter contato com a natureza, então a Ecotelhado sugeriu a instalação de um sistema de aquaponia, que une a piscicultura (cultivo de peixes) e a hidroponia (cultivos de plantas sem o uso de solo, com as raízes submersas na água). O excremento produzido pelos peixes é rico em nutrientes que alimentam as plantas que por sua vez filtram a água para o peixe. Precisamos apenas alimentar os peixes e cuidar das plantas. É um sistema fechado, limpo, prático e lindo!

Em uma residência com dois pavimentos, projetamos na cobertura da área de lazer o sistema de telhado verde laminar da empresa Ecotelhado porque buscávamos conforto térmico no pavimento térreo e não queríamos visualizar as telhas quando estivéssemos no pavimento superior. Este sistema serve como cisterna de água da chuva e é independente de irrigação com água potável. Conseguimos unir conforto térmico e acústico, praticidade e bem estar!

Já na empresa Zenvia utilizamos duas idéias de jardim vertical, ambos instalados pela Ecogreen. Na cozinha gourmet especificamos o GreenWall Ceramic, módulos cerâmicos que permitem o plantio dos vegetais e sistema automatizado de irrigação. Com esta solução conseguimos diminuir o ruído gerado pela cozinha, ter uma pequena horta e determinar os horários de rega das plantas sem envolvimento dos funcionários. Ver foto ….. No outro ambiente, não tínhamos iluminação natural e precisávamos de agilidade de instalação, zero manutenção e nenhuma irrigação. Desta forma, optamos pelo musgo escandinavo (planta preservada de característica única, de formato redondo e multidimensional). Ver foto ….. Ganhamos agilidade, conforto acústico e design inovador!

Além destes projetos já executados, estamos desenvolvendo o projeto de um sítio sustentável que terá inicio das obras em novembro deste ano. O projeto abrange diversas técnicas de bioconstrução, dentre elas podemos citar: uso de materiais locais, placas fotovoltaicas para gerar energia elétrica, vasos sanitários de meio litro, tratamento das águas negras e cinzas, telhado verde e lago natural. Estamos propondo contato com a natureza, construção inserida na paisagem local e tranquilidade!

Independente do sistema escolhido a bioconstrução traz várias vantagens como biodiversidade à cidade, diminuição da temperatura do micro e macro ambiente, redução da poluição, aumento da interação com a natureza, além de deixar o ambiente mais agradável e belo.

Nós, do escritório Débora Vargas Arquitetura, sempre propomos idéias sustentáveis em nossos projetos. Seja num telhado verde, num jardim vertical, no aquecimento de água através da energia solar ou em edificações completamente sustentáveis. Existem diversas soluções no mercado e podemos ajudar você na escolha da técnica ideal para sua residência e/ou empresa. Vem tomar um café conosco e conhecer o sistema instalado no nosso escritório.

Texto, fotos e imagens: Equipe DVArq

Voltar ao blog

Veja também

19/05/2020

Com tobogã e churrasqueira, Zenvia aposta em “Multiverso”

20/04/2020

Arquitetura e livros

13/03/2020

DVArq Conecta 2019

AN